domingo, 8 de abril de 2012

existe em mim
um metro e sessenta e oito
de ser
se expandindo
em sentidos
pra preencher cada centímetro dos teus
um metro e noventa.

e, porque preciso,
me transponho toda pra perto
bem perto
de você
que
todo dia
me salva.

[saindo do corpo]

amor-amor. <3

Um comentário:

  1. Saudações quem aqui posta e quem aqui visita.
    É uma mensagem “ctrl V + ctrl C”, mas a causa é nobre.
    Trata-se da divulgação de um serviço de prestação editorial independente e distribuição de e-books de poesia & afins. Para saber mais, visitem o sítio do projeto.

    CASTANHA MECÂNICA - http://castanhamecanica.wordpress.com/

    Que toda poesia seja livre!
    Fred Caju

    ResponderExcluir